Futurologia segundo Philip Tetlock

0
42
Philip Tetlock
Philip Tetlock
A futurologia é uma ciência? É, mas chama-se previsão. E é a área a que se dedica Philip Tetlock, cientista norte-americano que há 30 anos estuda a forma como se consegue prever de forma segura o futuro. O autor começou por analisar as previsões dos especialistas da política e da economia, para concluir que a margem de erro das suas previsões é, em média, tão grande como a do cidadão comum; depois dedicou-se a encontrar – e a entender – como funcionam os “super previsores”, aqueles que têm uma margem de acerto nas previsões muito acima da média e que são efectivamente capazes de antecipar o futuro. As conclusões são surpreendentes: estas pessoas abordam a informação de forma eclética, têm capacidade de autocrítica, atenção ao detalhe e menos certezas do que os ditos “especialistas”, que acabam por errar muito mais. Embora inteligentes, não são luminárias – são pessoas cuja curiosidade e diversidade de pensamento permite maior acerto a traçar cenários futuros. Professor da Universidade da Pensilvânia (EUA), Tetlock esteve em Lisboa, a convite da fundação Francisco Manuel dos Santos, para um debate e para o lançamento de Superprevisores– uma obra de ciência popular com interesse geral.
Superprevisores
Superprevisores
Em seguida apresentamos uma entrevista a Philip Tetlock:

Fonte: publico.pt

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here