A Miragem de São Brandão

0
1573
A Miragem de São Brandão
A Miragem de São Brandão

A «miragem» das Ilhas Afortunadas, que apaixonou os espíritos aventureiros na Idade Média, era de facto uma realidade!

Houve, decerto, equívocos, erros e aproximações, mas hoje em dia pode dizer-se que a célebre ilha de São Brandão era, provavelmente, a Madeira ou uma das Canárias.

«Na carta veneziana dos irmãos Pizzigani de 1367, na de um anconitano, cujo nome está apagado, conservado na biblioteca de Weimar e com a data de 1424, na do genovês Beccaria de 1435, o grupo da Madeira aparece intitulado — Ilhas Afortunadas de São Brandão[1]

É verdade que os geógrafos da Idade Média também situaram São Brandão a oeste da Irlanda e até no mar das índias!

No entanto, muitos navegadores acostaram à ilha: três portugueses de Setúbal e, entre eles, o piloto Pêro Velho, que tinha feito várias viagens ao Brasil.

Foram milhares os que viram São Brandão e alguns conseguiram desenhá-la a olho.

E era tudo verdade, com a particularidade de se tratar ou da Madeira, ou de uma miragem: o reflexo da ilha de Palma pelas nuvens especulares (transparentes) aglomeradas a noroeste!

NOTA:

[1] Extracto do livro «Les lies Fantasliques de l’Océan Occidental», do erudito M. d’Avezac, Paris, 1845, BN. G 31431.

Fonte: «O Livro do Passado Misterioso» de Robert Charroux

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here