Teletransporte de duas vias efectuado por cientistas russos

0
102
Teletransporte de duas vias
Teletransporte de duas vias

No mundo quântico, o teletransporte não é uma ficção científica. Mas pode o teletransporte ser realizado em ambos os sentidos em simultâneo?

Os cientistas do Quantum Center revelaram que a resposta é “sim”. Além disso, Alice e Bob podem teleportar estados quânticos dos seus bits um ao outro utilizando o mesmo recurso quântico que no protocolo padrão de teletransporte quântico: par preliminar partilhado de qubits maximamente enredado, escreveu Aleksey Fedorov e colegas num artigo publicado na revista cientifica Physical Review A.

No protocolo original, Alice realiza uma medição conjunta numa partícula com o estado qubit que quer transmitir ao Bob e uma partícula forma o par emaranhados partilhados. Esta medição destrói o estado transmitido do lado de Alice juntamente com o emaranhamento inicial do par. Ao mesmo tempo, Bob pode reconstruir o estado de Alice na sua partícula a partir do par, utilizando o resultado da medição obtido de Alice através da comunicação clássica.

Aleksey Fedorov
Aleksey Fedorov

“Na nossa abordagem, propomos ligeiras modificações do protocolo: agora Alice e Bob agem de forma mais simétrica e suave”, afirmou Fedorov.

Cada uma das partes efectua medições suaves nas suas partículas com estados que querem transmitir e partículas do par emaranhadas. Esta suavidade torna possível empregar simultaneamente o enredamento partilhado para a transmissão bidireccional e a recepção de informação quântica. No entanto, nada vem gratuitamente: a transmissão de estados quânticos torna-se imperfeita e apenas versões ruidosas dos estados de entrada poderiam ser obtidas na saída.

“Utilizando uma dualidade entre estados quânticos e canais, conhecida como isomorfismo ChoiJamiolkowski, mostramos que tal generalização do protocolo seminal demonstra uma interessante interacção entre emaranhamento quântico e comunicação clássica, revelando um potencial recurso de estados emaranhados para transmissão imperfeita de estados quânticos”, observou Fedorov.

Fonte: phys.org

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here