Curiosidades acerca do vídeo trazido a público pelo Wikileaks, relativamente ao massacre indiscriminado de civis

0
856
Revelações sobre o massacre indiscriminado de civis
Revelações sobre o massacre indiscriminado de civis

O vídeo trazido a público pelo site Wikileaks, vem nos dar conta de algumas curiosidades.

Em primeiro lugar, os militares não revelaram a forma como foram mortos os membros da agência Reuters, e declararam que desconheciam como é que as crianças teriam sido feridas, dados que pelo vídeo se constata obviamente serem falsos.

Após protestos e reivindicações por parte da Agência Reuters, o incidente foi alegadamente investigado, e os militares norte-americanos concluíram que as acções dos soldados estavam de acordo com a Lei do Conflito Armado e as suas “Regras de Guerra”.

Os dois funcionários da Reuters eram o repórter fotográfico Namir Noor-Eldeen e o motorista Saeed Chmargh.

Namir Noor-Eldeen e Saeed Chmargh tinham saído em reportagem e estavam a caminhar na rua junto de meia-dúzia de homens quando a tripulação do helicóptero Apache confundiu a câmara do fotojornalista da Reuters com uma arma.

Como outras pessoas do grupo estavam armadas, a tripulação do Apache pediu de imediato autorização para disparar, o que acabou por fazer, matando a maioria dos iraquianos em poucos segundos.

“Vejam bem todos aqueles sacanas mortos”, ouve-se dizer um dos soldados norte-americanos, enquanto outro responde: “Bonito.”

Saeed Chmargh ainda conseguiu escapar aos primeiros tiros mas também foi alvejado. Mesmo assim tentou rastejar até a uma das casas do bairro onde o tiroteio teve lugar e os soldados dos EUA ficaram à espera que ele sacasse de uma arma para dispararem.

Nada disso aconteceu, pois o funcionário da Reuters estava desarmado, mas quando uma carrinha se aproximou do local para recolhê-lo, o Apache voltou a disparar. Os homens que estavam a tentar salvar Chmargh também foram mortos e duas crianças que seguiam no veículo ficaram gravemente feridas.

No final do vídeo divulgado pelo site Wikileaks ouve-se ainda dois elementos da tripulação do helicóptero divertidos com o facto de um tanque norte-americano ter passado por cima do corpo do repórter fotográfico Namir Noor-Eldeen.

O vídeo foi gravado a 12 de Julho de 2007 e apresento aqui a sua versão integral de cerca de 38 minutos:

https://fb.watch/2idGlmc0Dt/

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here