Será obrigatório o implante de um microchip a todos os bebés recém-nascidos na Europa em 2014

0
2258
Microchip em todos os recém-nascidos
Microchip em todos os recém-nascidos

Nota Prévia do Paradigmas:

Segundo notícia avançada pelo Corrieri di Roma, será obrigatório o implante de microchips para todos os bebés a partir de 2014. De referir ainda, curiosamente, que o jornal em causa refere esta nova lei como algo positivo, pois assim poder-se-á controlar melhor os criminosos e evitar raptos de crianças.

A ser verdade, cumprir-se-á a profecia de Daniel Estulin, no seu livro de 2005, «Clube Bilderberg – Os Senhores do Mundo», no qual o autor, através de informações obtidas a partir de informantes presentes nas reuniões do Clube Bilderberg, afirmava que havia intenção de, num futuro próximo, colocar microchips em toda a população, tendo em vista o seu controlo total, e que, para tal, iria iniciar-se um grande processo de raptos e desaparecimentos de crianças, assim como de criminalidade, que pudesse justificar esta medida.

Vamos então aguardar atentamente pela confirmação ou rejeição desta notícia.

A NOTÍCIA:

Os microchips são circuitos integrados usados no tecido subcutâneo. São aproximadamente do tamanho de um grão de arroz e são baseados numa tecnologia passiva. Os microchips são particularmente úteis em caso de rapto ou crianças desaparecidas. Muitos países já utilizam e exigem o microchip na vacinação.

microchip
Microchip

Em Maio de 2014, entrará em vigor em toda a Europa, a obrigação de apresentar as crianças para implantar o microchip sob a pele, que deve ser aplicado em hospitais públicos no momento do nascimento. O microchip em questão que é fornecido, conterá uma folha de dados com informações relativas ao indivíduo (nome, tipo sanguíneo, data de nascimento, etc.) e também possuirá um poderoso detector GPS que vai funcionar com uma micro-bateria substituível a cada 2 anos nos hospitais públicos. O chip de GPS insere-se na nova geração e, por conseguinte, permite uma margem de erro de detecção igual ou inferior a 5 metros. Será conectado directamente a um satélite, que irá gerenciar as conexões.

Aqueles que tenham nascido antes data estabelecida, poderão ser implantados gratuitamente, através de um formulário de pedido de adesão. O CCCP (Comité Consultivo para o Controlo da População) , espera que em 2017, a instalação do dito circuito seja obrigatório na população em geral, não só para os nascidos a partir de 2014.

15 de Dezembro de 2013

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here