Thomas Clayton Wolfe e o K-19, o seu romance inacabado

0
1287
Thomas Wolfe
Thomas Wolfe

Durante anos, Thomas Clayton Wolfe, famoso escritor norte-americano, teve um ideia para um romance. Com o título de K-19, ele faria um conjunto de versos sobre uma carruagem-dormitório com essa mesma designação. As vidas de todos os personagens deveriam, de alguma forma, ser afectadas por essa carruagem. Ele trocou ideias sobre K-19 com o editor, Maxwell Perkins, mas o romance nunca chegou a assumir uma forma satisfatória. Perkins sugeriu que Wolfe se concentrasse noutras histórias, até ter certeza de estar diante de uma trama que funcionasse. Ele concordou, mas o destino não quis que voltasse à ideia do K-19. Morreu de ataque cardíaco em 1938, sem conseguir terminar o romance.

Perkins assumiu a responsabilidade de enviar o corpo do escritor de volta a Asheville, Carolina do Norte, onde seria enterrado. Enquanto o comboio saía da estação, Perkins observou a carruagem que levava o caixão de Wolfe. Depois do comboio ter desaparecido, ele subitamente percebeu qual era o número: K-19.

Fonte: Livro «O Livro dos Fenómenos Estranhos» de Charles Berlitz

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here