A FDA admitiu finalmente que o frango contém arsénico, causador de cancro

0
1932
Frango provoca cancro
Frango provoca cancro

A FDA, agência reguladora dos alimentos e medicamentos norte-americanos, finalmente admitiu que a carne de frango contém arsénico, um causador de cancro.

Depois de anos a varrer o problema para debaixo do tapete e esperar que ninguém notasse, a FDA finalmente admitiu que a carne de frango vendida nos EUA contém arsénico, um produto químico tóxico cancerígeno que é fatal em doses elevadas. Mas o mais interessante é saber de onde o arsénico vem: é adicionado à ração de frangos de propósito!

Pior ainda: a FDA afirma que a sua própria pesquisa revela que o arsénico adicionado à ração dos frangos termina na carne do próprio frango, onde é consumida pelos seres humanos. Assim, durante os últimos 60 anos, os consumidores americanos que comem frango convencional engoliram arsénico, um conhecido químico cancerígeno.

Até este novo estudo, tanto a indústria de aves como a FDA, negaram que as galinhas alimentadas com arsénico ficassem com as suas carnes contaminadas por este. A desculpa do conto da carochinha com o qual todos temos andado a levar durante 60 anos, é que “o arsénico é expelido nas fezes de galinha. “Não há base científica para fazer tal afirmação … era apenas o que a indústria aviária queria que todos acreditassem.

Mas agora a evidência é tão inegável que o fabricante de um produto de alimentos de galinha, conhecido como Roxarsone decidiu retirar o produto das prateleiras. E qual é o nome deste fabricante que tem vindo a colocar arsénico na alimentação de frangos todos estes anos? Pfizer, é claro – a mesma empresa que produz vacinas contendo aditivos químicos que são injetados em crianças.

Tecnicamente, a empresa que produz a ração de frango Roxarsone é uma subsidiária da Pfizer, chamada Alpharma LLC. Mesmo que a Alpharma agora concorde em retirar essa substância química e tóxica alimentar das prateleiras nos Estados Unidos, ela afirma que não irá, necessariamente, removê-la de produtos para ração animal noutros países a menos que a tal seja forçada pelos reguladores.

Scott Brown, da divisão da Pfizer da “Pesquisa Veterinaria e Saúde Animal e Desenvolvimento Medicinal” afirmou que a empresa também vende o ingrediente em cerca de uma dúzia de outros países. Também revelou que a Pfizer está a tentar influenciar as autoridades reguladoras desses países a decidirem-se a aprovar a venda numa base individual .

Arsénico? Coma mais!

Mas mesmo tendo o produto contendo arsénico sendo retirado das prateleiras, a FDA continua com a sua campanha de negação, alegando que o arsénico em frangos está a um nível tão baixo que ainda é seguro comer. Isto, mesmo  após terem afirmado que o arsénico é uma substância cancerígena, o que significa que aumenta o risco de cancro.

Frango

O “National Chicken Council” concorda com a FDA. Num comunicado emitido em resposta à notícia de que a Roxarsone seria retirada das prateleiras das lojas alimentares, declaram: “comer galinha é seguro” mesmo admitindo que o arsénico fora usado em muitos aviários, em que os frangos que cresceram foram vendidos como carne de frango nos Estados Unidos.

O que é surpreendente em tudo isto é que a FDA informa os consumidores que é seguro comer frango com arsénico, causador de cancro, mas é perigoso beber sumo de sabugueiro! A FDA conduziu recentemente um ataque armado a um fabricante de sumo de sabugueiro, acusando-o do “crime” de venda de “drogas não aprovadas”. Quais seriam as drogas? O sumo de sabugueiro, explica a FDA. Repare, é que o sumo de sabugueiro se torna magicamente numa “droga”, se você disser às pessoas como ele pode ajudar no suporte à boa Saúde.

A FDA também tem andado atrás de dezenas de outras empresas de venda de produtos naturais à base de plantas ou produtos nutricionais que melhoram e apoiam a Saúde. Além disso, estão travar uma guerra contra o leite cru porque dizem que é perigoso. Então, agora nos Estados Unidos, temos uma agência reguladora de alimentos e medicamentos que diz que não há problema em comer arsénico, mas que é perigoso beber sumo de sabugueiro ou leite cru.

Coma mais veneno, por outras palavras, mas não consuma alimentos curativos. Assim é o FDA, a matar americanos a cada refeição, e ao mesmo tempo, protegendo os lucros das empresas que nos estão a envenenar com os seus ingredientes fatais.

Ah, e por falar nisso, aqui está um outro pequeno facto perturbador que provavelmente não sabia sobre hambúrgueres e carne convencional: as fezes de frango contendo arsénico são alimento para vacas em operações de carne bovina de fábrica. Assim, o arsénico que é expelido pelas galinhas, é consumido e concentrado nos tecidos das vacas, que são então moídos em hambúrgueres para serem consumidos pelas massas ignorantes, que nem sequer sabem que estão a comer m…a de frango em segunda mão.

Mike Adams
9 de Junho de 2011

Fonte: Natural News

Artigo Original: http://www.naturalnews.com/032659_arsenic_chicken.html

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here