Foi 2020 substancialmente diferente dos anos anteriores em termos de mortalidade?

0
146
Mortalidade
Mortalidade

Um dos principais argumentos de quem defende a existência de uma Pandemia mortal e a consequente necessidade de medidas de contenção é que este ano está a passar-se algo de substancialmente diferente em termos de mortalidade e também de sobrecarga do sistema de saúde.

Mas será verdade?

Neste artigo iremos explorar melhor esta questão.

Em 2012, segundo dados revelados pelo Instituto Ricardo Jorge, terão falecido mais de 3 mil pessoas, entre 6 dias: entre 13 e 16 de Fevereiro. A Gripe e o frio terão sido avançadas como as causas prováveis. [3]

Em 2018, apesar de ser sido uma época de Gripe “suave”, faleceram cerca de 3.700 pessoas de Gripe em Portugal. [7]

Instituto Nacional de Estatística
Instituto Nacional de Estatística

Segundo um relatório do Instituto Nacional de Estatística (INE), em 2018, faleceram 5.764 pessoas de Pneumonia. [2]

O INE avançou com a informação de que morreram 13.305 pessoas com doenças do aparelho respiratório em Portugal, em 2018, constituindo um aumento de 3,8% em relação ao ano anterior (12.819). [5]

No dia 14 de Janeiro de 2019, faleceram perto de 500 pessoas em Portugal, boa parte delas na sequência de complicações provocadas pela Gripe. A mesma notícia dava conta de que os idosos estariam a ser particularmente afectados. [1] 

Segundo outra notícia avançada, terão falecido mais de 3 mil pessoas de Gripe, em Portugal, no ano de 2019. [6]

Num gráfico que teve como base, dados fornecidos pelo Ministério da Saúde, correspondente ao período correspondente entre os meses de Janeiro e Junho, registou-se uma mortalidade perfeitamente dentro da média dos anos anteriores em Portugal. [8]

E noutros países?

Em 2017, em França, anunciou-se a morte de cerca de 13 mil pessoas por Gripe. 93% acima dos 65 anos. [4]

Suécia
Suécia

Na Suécia, país muito balado por não ter efectuado confinamento, a mortalidade está perfeitamente dentro da média dos anos anteriores, tendo inclusive havido anos com mais mortalidade geral que no ano de 2020. [9]

Fontes:

[1] «Surto de gripe em Portugal é dos mais fortes da Europa.» Diário de Notícias. 19 de Janeiro de 2019.

[2] «Mortes por doenças do aparelho respiratório aumentaram 3,8% – 2018.» Instituto Nacional de Estatística. 21 de Fevereiro de 2020.

[3] «Frio e gripe podem ser responsáveis por pico de mortalidade.» RTP Notícias. 26 de Fevereiro de 2012.

[4] «La grippe a tué 13.000 personnes en France l’hiver dernier.» Sciences Avenir. 18 de Abril de 2018.

[5] «Doenças do aparelho respiratório mataram mais de 13 mil pessoas em Portugal em 2018.» Observador. 6 de Abril de 2020.

[6] «Mais de 3 mil pessoas terão morrido devido à gripe em Portugal no último inverno.» Diário de Notícias. 11 de Outubro de 2019.

[7] «Gripe foi suave, mas houve 3700 mortes acima do esperado no último Inverno.» Público. 14 de Dezembro de 2018.

[8] «Mortalidade em Portugal dentro da norma dos últimos anos.» Paradigmas. 6 de Agosto de 2020.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here