Mente sã num corpo são

0
2755
Benefícios de uma mente sã
Benefícios de uma mente sã

A Saúde da mente influencia a Saúde do corpo, da mesma forma que um estado físico adequado ajuda a manter o equilíbrio mental. A ligação entre a mente e o corpo é uma experiência diária: as batidas do coração daquele que está apaixonado intensificam-se ao ver a pessoa amada; o nosso rosto enrubesce com a ira; os tímidos que têm de falar em público sentem um suor frio nas mãos antes da primeira palavra; até mesmo os músicos antes do concerto apresentam alterações físicas como consequência da tensão mental. Todos estes exemplos demonstram que o corpo responde de forma patente a determinados estados de espírito, perante estímulos da mente. As ligações entre o corpo e a mente são numerosas, muito intensas e, principalmente, ainda pouco conhecidas.

Existe uma interligação Mente-Doença?

O exercício físico, adaptado às condições de cada pessoa, favorece e estimula a actividade mental. Por exemplo, no caso de cientistas e investigadores, obrigados a trabalhar fechados nos seus laboratórios durante horas a fio, foi demonstrado que alguns momentos dedicados ao exercício físico se repercutem de forma quase imediata num aumento da sua capacidade intelectual. Deste modo, não é por acaso que os empresários japoneses aceitam que todos os seus empregados interrompam o trabalho nas suas fábricas ou escritórios para se dedicarem durante alguns minutos à actividade física: sabem que isso irá melhorar a sua produtividade.

No entanto, a relação entre mente e doença não é tão evidente. É verdade que os estados anímicos ajudam a amenizar certas doenças? Existem cada vez mais provas de que uma atitude positiva do doente face ao seu mal favorece uma evolução favorável da doença e de que os estados anímicos, intangíveis mas reais, influenciam de alguma forma o bom funcionamento do corpo humano.

A influência de um estado anímico negativo sobre a saúde física

Existem dados concretos e objectivos. Por exemplo, sabe-se que o stress provoca queda de cabelo nalgumas pessoas. Será este o caso de Yul Brynner, Telly Savalas e outros calvos famosos? Foi por acaso o stress das suas vidas que provocou a calvície? São bem conhecidas as crises de asma que surgem em certos indivíduos quando, estando ainda no mais puro e limpo dos ambientes, a ansiedade se apodera deles. Porque é que a ansiedade pode provocar uma crise de asma? Ou porque que é que a psoríase, uma doença da pele bem conhecida, se agrava em situações de stress? A relação entre corpo e mente é ainda mais patente nos numerosos casos de idosos, em particular homens, que falecem pouco depois de ficarem viúvos, deprimidos pela ausência daquela que foi a sua companheira durante longos anos.

O facto de a Saúde do corpo ter influência na mente tem uma explicação relativamente simples: aquele que está doente sente-se deprimido e triste. Todavia, o facto de os estados de espírito (ansiedade, stress, etc.) afectarem a Saúde física já é mais extraordinário. Há experiências que põem em evidência a existência de alterações nos mecanismos de defesa contra o cancro ou as infecções em situações de stress ou durante estados depressivos. O sistema imunitário, que defende o nosso corpo contra o cancro e as infecções, sofre alterações em função dos estados de espírito, do stress ou das atitudes da pessoa perante a vida e é a psiconeuroimunologia, um termo relativamente novo nas Cências da Saúde, que estuda precisamente os efeitos das emoções no sistema imunitário.

Por exemplo, sabe-se que as pessoas que sofrem da doença de Alzheimer, doença que afecta o próprio raciocínio do ser humano, são particularmente difíceis de tratar. No entanto, foi observado que os familiares que se ocupam destes doentes e que estão, portanto, envolvidos numa situação de constante tensão e stress, apresentam uma diminuição nas capacidades de defesa do seu sistema imunitário. Este fenómeno foi igualmente observado em pessoas que estão à espera de saber se sofrem não de determinada doença grave; apenas uma semana depois de serem informadas que estão fora de perigo, o seu sistema imunitário já recuperou a sua capacidade normal de reacção. Estes Fenómenos também foram observados em estudantes de Medicina durante os períodos de exame, em cadetes de academias militares de reconhecida rigidez ou em homens que enviuvaram recentemente.

A atitude mental positiva, uma ajuda para a cura de doenças

Felizmente, a relação entre corpo e mente também tem aspectos muito positivos: graças a esta ligação é possível lutar contra os problemas de Saúde. Tal como os estados de espírito depressivos, de ansiedade ou de stress podem afectar negativamente a evolução de uma doença, do mesmo modo uma atitude positiva perante a enfermidade é benéfica ou inclusive indispensável para o tratamento de algumas doenças. Existem investigações que demonstram os benefícios da ajuda psicológica proporcionada a doentes com cancro da mama ou com melanomas; esta ajuda contribuiu para que o doente superasse psicologicamente a doença, como também prolongou os seus anos de vida; outros estudos ainda revelam que o risco de reaparecimento de um cancro está de alguma forma relacionado com a atitude pessoal frente à doença.

A asma é outro exemplo que revela que a ajuda psicológica ameniza problemas que são estritamente considerados doenças do corpo. Existem dados que demonstram que pacientes com asma bronquial grave conseguiram diminuir a quantidade de medicamentos de que necessitavam, melhoraram a sua qualidade de vida ou prolongaram os períodos de tempo isentos de dificuldade respiratória, tudo isto graças ao facto de complementar o tratamento habitual com ajudas psicológicas. A terapia familiar tem sido útil em casos de asma infantil e o complemento da terapia psicológica melhorou casos de asma induzida pelo exercício.

Mente sã corpo são
Mente sã corpo são

A relação corpo-mente: um campo ainda por descobrir

Por conseguinte, corpo e mente estão indubitavelmente unidos e uma atitude positiva perante a doença é benéfica ou até mesmo indispensável para o tratamento de algumas destas doenças.

No entanto, o estudo da relação entre os factores emocionais e a doença levanta uma série de dificuldades e de problemas que por enquanto ainda não foram completamente resolvidos. Aqui apresentaremos, contudo, casos isolados, anedóticos, de curas surpreendentes; ou os estudos mais amplos, menos anedóticos e mais verosímeis, que sugerem o poder da mente sobre o progresso da doença; e ficam também aqui as investigações que comprovam a existência de alterações no sistema imunitário induzidas por situações emocionais, investigações que, sendo rigorosamente objectivas, são, contudo, apenas reproduzíveis e aplicáveis por enquanto no interior de um laboratório.

Fonte: Livro «Atlas de Medicina Natural e Alternativa»

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here