Nova Ordem Mundial – Os Protocolos dos Sábios de Sião

0
1621
Protocolos dos Sábios de Sião
Protocolos dos Sábios de Sião

Os Protocolos dos Sábios de Sião são um boato anti-semita, originalmente publicado em russo em 1903, alegando haver uma conspiração judaico-maçónica para conseguir dominar o mundo. O texto dá a entender tratarem-se de actas de reuniões secretas de uma quadrilha de judeus intelectuais, cooptados pela Maçonaria que estariam a tramar governar o mundo em nome de todos os judeus, por estes acreditarem ser o povo escolhido de Deus. Os protocolos incorporaram muitos dos temas centrais de conspirações descritos nos ataques de Robison e Barruel sobre os maçons, e sobrepô-los com alegações anti-semitas sobre movimentos anti-czaristas na Rússia. Os protocolos refletem temas semelhantes às críticas mais generalizadas do liberalismo iluminista, por aristocratas conservadores que apoiam as monarquias e religiões do Estado. A interpretação pretendida pela publicação dos protocolos, é a de que se se levantar uma das camadas de conspirações maçónicas, passado pelos Illuminati, encontra-se o podre núcleo judaico.

Os protocolos têm sido comprovados por especialistas em polémicas, tais como o jornalista irlandês Philip Graves em 1921 num artigo do Times, e o britânico académico Norman Cohn com o seu livro de 1967Mandato de Captura por Genocídio“, como sendo, simultaneamente, um embuste e um claro caso de plágio. Há um consenso geral de que tenha sido o escritor e activista político russo-francês Matvei Golovinski a fabricar o texto para Okhrana, a polícia secreta do Império Russo, como uma obra de propaganda contra-revolucionária anterior à Revolução Russa de 1905, por se verificar um plágio quase palavra por palavra em relação a algumas passagens de “O Diálogo no Inferno entre Maquiavel e Montesquieu“, uma sátira do Século 19 contra Napoleão III de França, escrita pelo satirista político francês e militante legitimista Maurice Joly.

Responsável pela alimentação de muitas histerias em massa anti-semitas e anti-maçónicas do Século 20, os protocolos são amplamente considerados como influentes no desenvolvimento de teorias da conspiração em geral e da teoria da conspiração da Nova Ordem Mundial, em particular, reaparecendo várias vezes na literatura contemporânea conspiracionista. Por exemplo, os autores do controverso livro de 1982The Holy Blood and the holy Grail” concluíram que os Protocolos dos Sábios de Sião foram a peça mais persuasiva de evidência para a existência de actividades do Priorado de Sião. Especularam sobre se essa Sociedade Secreta estaria a trabalhar nos bastidores para estabelecer um teocrático “Estados Unidos da Europa“, politicamente e religiosamente unificado através do culto imperial de um grande monarca merovíngio – supostamente descendente de uma linhagem de Jesus – que ocuparia o trono da Europa e da Santa Sé. Este “Sacro-Império-Europeu” viria a ser a superpotência do Século 21. Embora o Priorado de Sião, em si, tenha sido exaustivamente desmentido por jornalistas e estudiosos como uma brincadeira, alguns escatologistas milenares apocalípticos cristãos que acreditam que os protocolos são autênticos, convenceram-se de que o Priorado de Sião foi um cumprimento de Profecias encontradas no Livro do Apocalipse e mais uma prova de uma conspiração anti-cristã de proporções épicas, sinalizando a iminência de uma Nova Ordem Mundial.

Os cépticos argumentam que a artimanha actual dos teóricos da conspiração contemporâneos que usam os protocolos, é afirmar que eles “realmente” vêm de outro grupo que não os judeus, tais como “anjos caídos” ou invasores extraterrestres. Embora seja difícil determinar se as mentes conspiracionistas realmente acreditam nisso ou estão simplesmente a tentar descredibilizar um texto desacreditado, os cépticos argumentam que tal não faz muita diferença, pois deixaram o texto real, anti-semita inalterado. O resultado é dar credibilidade e circulação aos Protocolos dos Sábios de Sião, quando estes não merecem nem um nem outro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here