O efeito Dunning-Kruger

0
110
Conhecimento / Ausência de conhecimento
Conhecimento / Ausência de conhecimento

O efeito DunningKruger foi descrito e estudado em 1999 pelos psicólogos Justin Kruger e David Dunning da Cornell University, e consiste num fenómeno em que indivíduos que possuem pouco conhecimento sobre um determinado assunto, acreditem que sabem bastante. Além disso, não têm noção da sua ignorância. Não sabem que não sabem. [1]

Vejamos o seguinte exemplo:

The Blind Spot
The Blind Spot

A GfK Metris/The Blind Spot realizaram um inquérito aos portugueses com o objectivo de aferir o conhecimento e as percepções da população sobre o tema da COVID-19. [2]

A amostra teve por base 602 entrevistas. A distribuição das entrevistas foi feita de acordo com a população portuguesa, nas variáveis sexo, idade e região. A recolha incidiu entre os dias 4 a 19 de Junho de 2020.

Os curiosos resultados ditaram o seguinte para cada uma das questões realizadas:

Qual é a taxa de mortalidade entre os infectados até aos 18 anos?

A percepção média é de que o vírus é muito perigoso (2-3% de crianças infectadas morreriam). Na realidade, a probabilidade é perto de zero.

Qual é a taxa de mortalidade global entre as pessoas infectadas?

A percepção média é de que o vírus é muito perigoso (22% das pessoas infectadas morreriam). Todas as estimativas são muito mais baixas (até 100 vezes mais baixas e continuam a baixar).

Como se compara o número de mortes por Covid-19 até agora com o número médio de mortes anual por gripe?

A maioria das pessoas pensou que até à data (21 de Junho) tinham morrido mais pessoas que durante um ano de gripe. Na realidade morreram por COVID-19 bastante menos pessoas.

Pandemia
Pandemia

O que é uma pandemia?

Apenas 33% acertaram no que é uma pandemia. A maioria (64%) associaram a uma doença grave (mundial ou regional).

Quantas estirpes (variações do vírus) COVID-19 são conhecidas?

A grande maioria (66%) pensava que existia mais do que uma estirpe conhecida. Apenas 7% acertaram (só há uma).

Qual é a percentagem de infectados assintomáticos e com sintomas ligeiros?

Apenas 10% acertou, respondendo que mais de 75% não tinham sintomas ou tinham sintomas ligeiros. 63% da pessoas estimaram outros valores.

Qual a percentagem de mortes por COVID-19 com pelo menos uma condição associada (doenças graves)?

Apenas 22% acertaram ao dizer que são mais de 75%. Outros 52% erraram ao responder que a percentagem era menor.

Em Portugal, qual a percentagem de mortes associadas à Covid-19 em relação ao total de mortes?

A estimativa média foi que 26% das mortes em Portugal foram por COVID-19. Na realidade foram cerca de 10 vezes menos (2,7%).

Entre 1 de janeiro e 31 de maio de 2020, Portugal registou: 1 527 mortes COVID-19; 57 697 mortes total.

Até que ponto se considera informado sobre a pandemia?

Cerca de 91% das pessoas considera-se moderadamente (62%) ou muito (29%) informado.

Conclusão:

Como é que pessoas que se consideram informadas sobre a COVID-19 revelam uma falha tão grande de conhecimento em factos básicos?

Este é o verdadeiro Efeito DunningKruger em funcionamento. Nunca foi tão evidente como nos tempos actuais.

Efeito Dunning-Kruger
Efeito Dunning-Kruger

É o resultado evidente da campanha de desinformação levada a cabo pelos meios de comunicação social, no sentido de fomentar o medo e o alarmismo.

É com base nestas crenças distorcidas e altamente exageradas que as pessoas se submetem a todo o tipo de “medidas”.

É este tipo de pessoas que, com base na sua ignorância, insultam constantemente aqueles que apresentam dados concretos.

Fonte:

«Unskilled and Unaware of It: How Difficulties in Recognizing One’s Own Incompetence Lead to Inflated Self-Assessments», Journal of Personality and Social Psychology. 1999

«Inquérito Pandemia Covid-19: Nível de conhecimento e perceção do risco», The Blind Spot. 17 de Setembro de 2020

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here